Unidade e singularidade

Onde estão as danças da Unidade
que eu conhecia antes de nascer?
Será que abri não da minha totalidade,
para poder caminhar pela Terra?

Será que escolhi o esquecimento
para tornar a vida mais real?

Será que habitei um corpo humano
para que pudesse aprender a sentir?

Estou aqui para dançar este sonho
em minha sagrada forma humana.
Para celebrar minha singularidade
e não pedir a ninguém que me siga.

Dançando as lições da vida,
aprenderei a me movimentar com graça,
enquanto sonho que me recordo
do potencial da raça humana.

Jamie Sams - Dançando o Sonho - Os sete caminhos sagrados da transformação humana.
Foto da Internet